FUNÇÃO Ex: Administrador

Como manter a motivação do time em tempos de crise?

Noticia 5789

-

Enviar por E-mail
Enviar por E-mail

E-mail:

A palavra “crise” faz parte do dia a dia dos brasileiros. Seja em uma conversa na pausa para o cafezinho, nos noticiários e no estica-e-puxa do orçamento de empresas e famílias. A boa notícia é que o Brasil é conhecido pela capacidade de superação e adaptação da população. Dentro das empresas, a palavra “crise” ganha conotações que mexem com todo mundo. Os empregados ficam preocupados, com medo de perder o emprego; os diretores ficam atentos aos movimentos de mercado para garantir a longevidade do negócio em qualquer cenário.

Adaptar-se às adversidades de um cenário macro não é tarefa fácil. Mas também não é impossível. Com um bom planejamento de RH e endomarketing é possível manter a equipe motivada, a “roda girando” e transmitir tranquilidade para todos. Sabe como fazer isso? Com pequenas ações e mudanças de hábito no dia a dia. Veja algumas dicas da Employer.

1. Mantenha a transparência nas decisões da empresa

Reajustes no quadro de pessoal, adaptação de linhas de produção para demandas maiores ou menores, novas estratégias de mercado. Quando as coisas acontecem sem que haja uma comunicação transparente com os empregados é que surge o clima de incerteza e instabilidade. Sempre que uma área ou equipe passar por mudanças, mantenha o foco em informação transparente e suficiente: nem demais, nem de menos.

2. Reforce a comunicação interna

Para garantir a transparência do item 1, seus canais de comunicação interna precisam ser adequados ao porte da empresa. Garanta que todos os colaboradores, do chão de fábrica às funções administrativas, tenham acesso ao seu programa de comunicação. Utilize o máximo de recursos disponíveis: intranet, e-mail, mural de avisos, boletim interno. É importante, ainda, preparar os líderes de área para que também sejam porta-vozes da empresa em momentos mais delicados. Muitas vezes eles são a principal referência dentro dos negócios, assim como o RH.

Lembre-se: há soluções de tecnologia, como o Painel do RH da Employer, que ajudam a criar canais efetivos e ágeis na hora de comunicar-se com os colaboradores. Além das funções de holerite digital e solicitações ao RH, o Painel também tem um espaço para comunicados da empresa. Conheça: Painel do RH Employer.

3. Esteja a postos para ouvir os colaboradores

Já que você também é uma ponte de comunicação entre os empregados e a empresa, mantenha as portas abertas ao diálogo. Sempre que há um movimento macroeconômico de atenção, é natural que os empregados tenham dúvidas, fiquem inseguros e busquem mais informações sobre suas situações de trabalho. Mantenha sua rotina de feedbacks – este é um momento essencial e regular de contato empresa-empregado – e, se achar necessário, crie uma rotina ou canal de comunicação intensificado durante períodos de maior atenção.

4. Ofereça conhecimento!

Afinal, o que é uma crise? Por que ela acontece, como afeta determinados cenários? Por que é importante ser resiliente em tempos de incertezas? Nem sempre é simples ter estas respostas ou transmiti-las a grandes equipes. Você pode pensar em uma estratégia de endomarketing que envolva ações ou minipalestras sobre assuntos variados, relacionados ao mercado e ao país. Investir em conhecimento é importante. Empregados com informação sentem-se valorizados e motivados!

5. Crie novas metas e envolva o time

Um plano de negócios a longo prazo é essencial. Mas muita coisa pode acontecer no decorrer de 6 ou 12 meses. Por isso é sempre bom ter uma margem de adaptação: recalcular a rota, ajustar as atividades e manter a equipe de trabalho com a mesma motivação. Ao criar novas metas para uma área ou empresa, mostre a todos o quanto a participação de cada um é importante. Envolva as pessoas, peça sugestões para melhoria de processos. Com novos desafios pela frente, as preocupações com o futuro são reduzidas e a motivação pelo trabalho é renovada.

6. Trabalhe conceitos básicos de motivação

Esta é uma tarefa constante do RH, que independe de fatores externos. Construir, realizar e manter uma política de motivação é essencial para enfrentar todos os desafios da gestão de capital humano da sua empresa.  Pessoas diferentes, com ambições e questionamentos diferentes, que dividem um escritório ou fábrica durante a maior parte do dia. Será que é possível motivar a todos?

Sim! Há conceitos básicos de motivação de grandes equipes que você pode trabalhar regularmente na rotina de RH. Relembre com a Employer alguns deles e coloque em prática!

– Inteligência emocional: habilidade individual de reconhecer e lidar com seus próprios sentimentos. Na vida profissional, profissionais que desenvolvem esta habilidade podem liderar equipes e ser um elemento positivo dentro dos times.

– Resiliência: de forma resumida, é a capacidade individual de adaptar-se a mudanças. Você pode incluir esta capacidade nas suas avaliações de desempenho, assim como a inteligência emocional, e trabalhar mais estes conceitos nas ações de RH.

– Plano de carreira: manter sua política de cargos e salários atualizada e à disposição dos empregados é um importante fator motivacional, especialmente quando a palavra “crise” domina as conversas. Para os empregados, alguma previsibilidade sobre o futuro e as possibilidades de crescimento dentro da empresa contribuem para que desempenhem suas funções da melhor forma possível.

Além de todas essas dicas, lembre-se: você e sua equipe são referência para os empregados! É importante que todas as decisões, planos de comunicação e estratégias estejam alinhadas com os valores da empresa e que a sua equipe também esteja motivada. Um momento de crise também traz oportunidades de reinventar sua própria dinâmica de trabalho, criar novos processos, ferramentas e melhorar o relacionamento entre todos os colaboradores.

Comente

0800 001 1212

© 2012 Salário BR - www.salariobr.com.br