FUNÇÃO Ex: Administrador

Indicadores do RH: como utilizar o headcount

Noticia 5786

-

Enviar por E-mail
Enviar por E-mail

E-mail:

Dando continuidade à série de artigos sobre indicadores do RH, agora é a vez de abordar o headcount. O termo também vem do inglês e ao pé da letra, seria “contagem de cabeças”, mas estamos falando de capital humano! Logo, o termo refere-se ao número de empregados que fazem parte do quadro da empresa. Em linhas gerais, o headcount representa um único número. Mas ele é extremamente importante para adequar a quantidade de empregados às necessidades da empresa e também auxilia na tomada de decisões estratégicas, como você verá a seguir.

O que o headcount diz sobre a gestão de pessoas?

Uma gestão eficiente, com uso inteligente do capital humano, pode ser medida pelo seu headcount. A análise deste indicador permite identificar quais são as áreas com maior ou menor número de empregados, se este quadro está de acordo com as demandas, e também as áreas onde o orçamento da folha fica maior ou menor. 

Por isso o headcount é tão importante: ajuda a mensurar se a quantidade de trabalhadores que você tem é suficiente e está devidamente alocada. Ele também permite que você estabeleça metas para as áreas de acordo com a quantidade de empregados. Para as áreas fabris este é um elemento muito estratégico. Quanto maior o número de trabalhadores, maior a produtividade  e assim fica mais fácil “fechar a conta” dos resultados.

Como analisar o seu headcount?

Aqui no blog da Employer você já acompanhou diversos artigos que falam sobre a importância da política de cargos e salários. O headcount também passa por ela: é com base em um organograma organizado e adequado ao mercado que você consegue mensurar a quantidade de pessoas que cada área precisa. Da mesma forma, consegue avaliar que resultados espera e quais as expectativas de produtividade de acordo com o número de pessoas.

Importante: o headcount não contabiliza as horas de trabalho de cada empregado, apenas a quantidade total de trabalhadores. Por isso, ao criar e analisar este indicador com foco em resultados, tenha em mente as jornadas de trabalho para cada função. A produtividade e o uso inteligente do quadro de empregados devem ser analisados considerando as oito horas diárias: quantos colaboradores são necessários para atingir uma produção X dentro deste tempo? Pode ser que seu headcount precise aumentar ou diminuir de acordo com esta resposta.

Variações no headcount

No ano passado você fechava a folha com 500 pessoas. Agora são 700. Daqui a dois meses, o número pode ser outro. Quando há muitas variações, e em grandes quantidades, em um curto espaço de tempo, é hora de analisar mais a fundo o headcount. Foi preciso contratar trabalhadores a mais por alguma razão? Esta demanda era transitória? Ou ainda: terei demandas transitórias nos próximos meses? Nestes casos, a recomendação é utilizar serviços de intermediação de temporários. É uma solução específica para atender as sazonalidades produtivas das empresas sem impactar o headcount e, consequentemente, a folha de pagamento e o orçamento total da empresa.

Quando o headcount só diminui, mês após mês, a análise detalhada da folha também ajuda a identificar possíveis problemas de gestão de pessoas, tais como um turnover alto, alto índice de conflitos ou inadequação dos salários às faixas salariais de mercado. Para tornar-se competitivo nos negócios é importante ser competitivo na gestão dos trabalhadores. Faça uma pesquisa de salários regularmente. Aqui você pode consultar o SalárioBR.

Exemplos de uso estratégico do headcount

Agora que você leu a parte teórica, a Employer destaca alguns exemplos práticos de como o headcount pode ser utilizado de forma estratégica na gestão dos negócios.

  Redução de despesas da folha

Um comparativo entre total da folha X número de empregados com base no headcount permite a tomada de decisões estratégicas para redução de despesas. Compare o resultado da área com as despesas e o headcount e analise a necessidade de incluir empregados, realocá-los ou contratar trabalhadores temporários para atender demandas extraordinárias.

– Aumento de produtividade

A quantidade de empregados é proporcional às demandas? Não é incomum que algumas empresas tenham empregados com horas ociosas. Na ansiedade de atender urgências, realizam processos de contratação sem o devido acompanhamento. Como resultado, a folha de pagamento fica mais cara do que o planejado. Compare o seu headcount com as avaliações de desempenho: muitas vezes a solução para ganhar produtividade está em extrair o melhor dos colaboradores que já estão com você. Também avalie de forma estratégica a possibilidade de trabalhar com outras modalidades de contratos, como terceirizados e temporários. Esta é uma prática de mercado que contribui para atender necessidades sazonais sem onerar a folha de pagamento.

Para facilitar todos os processos de gestão de pessoas – inclusive o headcount -, você pode incluir soluções de tecnologia para o RH. Folha de pagamento online e ponto eletrônico são alguns exemplos: você elimina tarefas burocráticas e tem mais tempo para analisar dados essenciais do seu dia a dia. Conheça as soluções da Employer.

Comente

0800 001 1212

© 2012 Salário BR - www.salariobr.com.br